MINDFULNESS

Como ela pode te ajudar a ser mais feliz

Saiba mais

Uma vida livre da depressão, da ansiedade e do estresse emocional

É possível?

Sim, é totalmente possível, por mais incrível que possa parecer. E não é nenhum monge que chega para dar esta notícia, muito embora vários já estejam há décadas batendo na mesma tecla. O recado - sim, sim, veja só - vem da ciência, esta rede de conhecimento sistematizado onde muitos de nós depositamos a nossa maior fé.

O meio para chegar a um modo de vida tão satisfatório tem nome - e se você está aqui nesta página já deve ter conhecimento do termo Mindfulness, traduzido para o português como Atenção Plena. Mais do que uma meditação, os programas que utilizam mindfulness como base, trabalham com uma sistematização da técnica em diferentes níveis, de forma que é possível o treinamento e desenvolvimento da atenção - e com isso a diminuição da depressão, ansiedade, estresse e quaisquer outras emoções negativas.

Como afirma Arthur Shaker, PhD em antropologia e instrutor de meditação mindfulness, este treinamento da atenção (ou concentração) permite que o praticante se posicione a uma certa distância dos enredos das formações mentais dos pensamentos, que são o gatilho para uma vivência mais profunda das emoções negativas. Quem já experienciou um episódio depressivo sabe o quão fácil é se perder nos pensamentos e sentimentos negativos e a ruminação destes pode, facilmente, arrastar a pessoa novamente para mais um episódio depressivo.

Falando em ruminação mental... quem nunca acordou com a sensação de não ter descansado a cabeça suficientemente que atire a primeira pedra! É comum ficarmos mais ansiosos e preocupados diante de alguma situação em que ficamos fora da nossa zona de conforto e, por isso, uma avalanche de pensamentos tomam conta da nossa mente. Rapidamente pensamos no que fazer... e é bem provável que seja justamente este o problema.

Atuamos frequentemente no modo fazer, que é fantástico e necessário para inúmeras coisas. Mas quando estamos diante de algum problema em que o desânimo, a ansiedade e a tristeza tomam conta, o modo fazer parece não nos ajudar e, pelo contrário, passa a ser um problema, na medida em que nos afundamos no abismo entre o que é queremos e o que podemos fazer. A experiência com a prática em mindfulness nos ajuda a construir um outro modo de funcionamento, em contrapartida ao modo fazer, para que possamos lidar com os enredos emocionais da vida de uma maneira totalmente diferente.

Benefícios Comprovados

Vários estudos atestaram os benefícios da técnica de atenção plena. Cientistas da Harvard comprovaram a melhora da memória de idosos saudáveis que desenvolviam o treinamento de mindfulness e relaxamento. Outro grupo de cientistas, orientado por Richard Davidson, da Universidade de Wisconsin, observou o aumento do número de anticorpos em pessoas meditantes por oito semanas após vacinação contra gripe, em relação ao grupo de controle, atestando o efeito positivo de mindfulness sobre a imunidade. Com o uso de imagens de ressonância magnética, outra pesquisa, realizada no Hospital Geral de Massachussetts, evidenciou que esta prática aumenta as espessuras do córtex pré-frontal cerebral, área ligada ao planejamento de comportamentos cognitivos complexos, e da ínsula direita, ligada às sensações corporais e às emoções. “Isso significa que a meditação tem a ver com alterações na estrutura física do cérebro", explica Shaker.

Na Psicologia

Mindfulness passou a ser utilizado na área psicológica e psiquiatra através de vários programas. O primeiro deles, o MBSR, preconizado por Jon Kabat-Zinn, psiquiatra e professor emérito da Universidade de Massachusetts, foi o primeiro a ser pesquisado com todo o rigor do método científico e, através de centenas de estudos, comprovaram-se os seguintes benefícios:

- Redução duradoura dos sintomas físicos e psicológicos relacionados ao estresse;

- Maior capacidade de alcançar estados profundos de relaxamento;

- Maior capacidade de enfrentamento diante de situações estressantes a curto e longo prazo;

- Redução dos níveis de dor e uma capacidade maior de enfrentamento em relação à dor crônica;

- Mais energia e entusiasmo na vida;

- Melhora da autoestima;

Ainda há um outro programa, diretamente associado à Terapia Corgnitiva, o MBTC, que teve seus efeitos comprovados para melhorar a depressão, diminuindo a incidência dos episódios depressivos. Como a depressão frequentemente tem comorbidades com a ansiedade, comprovou-se também a eficiência da técnica sobre este fator.

Há, ainda, algumas correntes da psicologia que trabalha com a técnica de mindfulness de forma prioritária: conhecida como ACT, a Terapia de Aceitação e Compromisso tem como base o desenvolvimento de atenção plena e também teve sua eficácia comprovada nos casos de dor crônica; Mindfulness também ocupa um papel importante para a Psicologia Positiva.

Em todas as vertentes, mindfulness é um sucesso, pelo seu baixo custo, possibilidade de sistematização e eficiência! Não é a toa que está presente nas melhores Universidades do mundo!

Havard University

Além de um centro de pesquisa, a Universidade de Havard, a melhor do mundo, tem um centro de Wellness, com práticas diárias de mindfulness, além de oferecer o programa MBSR e o MBCT na escola de medicina.

Stanford University

Tal como a Havard, oferece um treinamento em Mindfulness através da escola de Medicina, e ainda conta com um programa inédito que visa a aplicação de Mindfulness em crianças, adolescentes e adultos que vivem em situação de risco. Além disso, a Stanford University ainda mantém um centro de pesquisa da compaixão, altruísmo e educação, cujo objetivo é manter pesquisas nestas áreas com o mais alto rigor científico.

Massachusetts Institute of Tecnology

O MIT, assim como a Havard University, também tem um setor dentro do centro médico responsável pela saúde emocional e bem estar, onde oferecem programas de mindfulness e práticas diárias. Seu público é constituído, principalmente, de professores, residentes e alunos com queixas de estresse e ansiedade.

Berkeley University

Na quarta melhor universidade, que fica na Califórnia, encontramos muitas iniciativas fantásticas. Uma delas é um centro de propagação de atitudes fundamentais para o bem viver e a bem aventurança: gratidão, altruísmo, compaixão, empatia, perdão e felicidade, onde há muitos artigos e dicas de como viver estas atitudes com mindfulness e, além disso, eles oferecem cursos em mindfulness para diversas áreas. Uma outra iniciativa foi colocar o programa de mindfulness nos cursos de direito (a Berkeley University foi pioneira nesta área). Ainda há o programa corpo-mente, que oferece mindfulness à toda comunidade.

E se você pudesse aprender esta prática?


Se você têm lutado para conseguir melhorar sua saúde emocional ou acredita que a técnica de mindfulness será um diferencial no tratamento que você oferece, tenho uma boa notícia para você.

O curso de formação de Mindfulness na Psicologia já tem data para a sua terceira edição - com turmas em Curitiba (poucas vagas restantes) e em Bauru (SP).

Para mais informações, valores e condições de pagamento: contato@mindfulnessparana.com.br



  • Você deseja melhorar sua presença em setting terapêutico?

  • Você precisa melhorar a relação terapêutica e evitar desistências no tratamento?

  • Você quer oferecer o que há de mais atual e eficaz no mundo?

  • O que acha de trabalhar com uma técnica reconhecida mundialmente?

Formação exclusiva para Psicólogos

Saiba Mais

Esta formação não pretende te transformar num instrutor de Mindfulness, mas sim num psicólogo habilidoso na sistematização do desenvolvimento da atenção plena. Ao aprender como mindfulness pode ser operacionalizado, ou seja, como desenvolvemos a consciência plena e flexibilizamos a atenção, você será capaz de elaborar seus próprios protocolos, de acordo com a necessidade dos seus pacientes/clientes. Você terá acesso à vários protocolos de tratamento (diferente dos habituais com cunho educativo) e conhecerá mais de 80 técnicas mindful diferentes, ampliando muito seu repertório de atuação.

Este curso é exclusivo para psicólogos e estudantes de psicologia a partir do 4º período.


Sobre

Team 2

Sheila Drumond

Psicóloga

Psicóloga Clínica (08/18067), , especialista na docência do ensino do Yoga, instrutora de yoga e meditação desde 2001, formada em Psicologia Positiva pela Asociación Chilena de Psicologa Positiva e pelo Instituto de Psicologia Positiva de Buenos Aires, Formação de Mindfulness para Terapeutas pelo Centro de Salud y Mindfulness de Buenos Aires, Diplomatura em Mindfulness pela Catrec, Buenos Aires. Co-autora do livro "Atenção Plena para Crianças" e idealizadora da ferramenta lúdica "Jogo de Investigação - Atenção Plena para Crianças" (publicado pela RIC jogos), ambos trabalhos apresentados no IV Meeting on Mindfulness.